Márcia Fruet e o primeiro-damismo

Padrão
primeiro damismo

primeiro damismo

Pois bem, enquanto os gestores do nosso país continuarem a tratar a assistência social como primeiro-damismo, as consequências serão essas. Tenho contato pessoal com o casal, mas não consigo entender porque Fruet não aboliu a essa “malacafenta” “tradição.

A assistência social não pode ser tratada no susto, precisa ser tratada por quem estou o tema, fez uma faculdade na área de assistência social e ciências sociais. São no mínimo 04 anos de faculdade para tratar um tema tão complexo, não se aprende a fazer política pública assistencial no susto, é preciso formação.

A Márcia Fruet é adorável, gosto muito dela, mas do ponto de vista do respeito à área tal cargo deveria ser ocupado por pessoas que estudaram profundamente o tema. A Márcia contribuiria sendo jornalista, a Prefeitura é imensa e teriam mil funções de destaque em que ela poderia se desenvolver um trabalho efetivamente técnico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s