Arquivo mensal: novembro 2014

O VOTO E O COMPORTAMENTO DO ELEITOR EM 2014

Padrão

eleições

O Programa Bolsa Família “encorpou” os votos em Dilma?

Tomei como base deste post o artigo acadêmico dos cientistas políticos, Vitor Peixoto e de Lúcio Renno. Essa pesquisa foi desenvolvida para pensar as Eleições em 2010, no entanto, ainda é muito atual. O mote do artigo foi entender o reflexo do Programa Bolsa Família e da discussão sobre corrupção, no voto.

O que os autores detectaram é que nos Municípios onde há existência do Programa Bolsa Família, houve um aumento significativo dos votos em Lula/Dilma, e menor no PSDB. Em outra perspectiva, o voto em Lula/Dilma significa um eleitor que aceita mais os níveis de corrupção.

“(…) Ou seja, nosso argumento é que não é o pertencimento a uma classe social ou outra que faz a diferença eleitoral, mas sim a percepção de movimento ascendente que leva apoio ao governo e seu candidato” (RENNO & PEIXOTO, p.312).

O que os autores destacam é que a sua mobilidade social é fator determinante para a escolha do eleitor. No meu entendimento, o mesmo fenômeno foi repetido nas eleições de 2014, no entanto, fazendo alguns reparos, pois existe sim o peso da classe social, mas a classe que está em fase de mobilidade, isto é, em processo de ascendência, a chamada pela imprensa nova classe “C”.

No entanto, os autores falham ao não qualificar de forma efetiva no que consiste a melhoria percebida por essa classe, isto é, de forma acadêmica, sem assumir o discurso do governo. Por outro lado, é um fato preocupante essa tolerância à corrupção, pois os autores não a explicam.

Mas cabe ressaltar que a tolerância à corrupção é um fator alarmante, pois nenhuma sociedade comprometida com o seu futuro democrático pode ou deve tolerá-la, especialmente, quando ela é um fator para a manutenção de partidos no poder.

Isso remete a um passado histórico-cultural de uma sociedade profundamente hierarquizada e que para a quebra desses mecanismos, a corrupção e um Estado mantenedor sejam o melhor e o único caminho.

PEIXOTO, Vitor  e  RENNO, Lucio. Mobilidade social ascendente e voto:as eleições presidenciais de 2010 no Brasil. Opin. Publica [online]. 2011, vol.17, n.2, pp. 304-332. ISSN 0104-6276.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-62762011000200002.