O Neurologista – Dr. Marcelo Mariano, apoia o Maio Amarelo

Padrão

O Dr. Marcelo Mariano, que é médico neurologista especializado em tratamento de dor crônica, concedeu entrevista ao Blog da Vanessa Fontana sobre a sua percepção enquanto cidadão e médico sobre o Movimento Maio Amarelo.

Cabe ressaltar, que o Dr. Marcelo Mariano, é meu médico há mais de 05 anos, foi com ele que consegui voltar ao trabalho, após 03 longos de afastamento pelo INSS, anos de sofrimento, dor e deambulação com muletas. Evolui graças ao seu conhecimento técnico e pela qualidade de vida, que com a administração de remédios complexos me trouxeram para o mundo do trabalho novamente. Sou muito grata pelo Dr. Marcelo Mariano, jamais ter desistido de mim, coisa muito comum, pois nem todos os médicos sabem lidar com a frustração de tratar pacientes resistentes ao tratamento, como é o meu caso. Agradeço profundamente a sua qualidade técnica e postura profissional.

No mais, agora vamos conhecer a sua opinião sobre o Maio Amarelo.

Dr. Marcelo Mariano

Para o Dr. Marcelo Mariano, concentrar ações do trânsito dentro de um mês inteiro é muito produtivo, pois o nosso maior desafio é a conscientização. É sabido que os “acidentes de trânsito” produzem “mortalidade” e também “morbidade”, pois ocorrem graves consequências para os envolvidos em eventos de trânsito que levam à sequelas físicas e emocionais. Sabemos que esses eventos de trânsito são frutos, em sua maioria, de imprudência, imperícia ou negligência, e os custos não são somente para os envolvidos diretamente, isto é, quem sofreu o acidente, mas para a toda a família, amigos e sociedade.

É nesse contexto, que o Dr. Marcelo Mariano destaca o papel do Maio Amarelo, pois toda atitude de conscientização é muito bem vinda. Essas ações devem acontecer todos os dias, todos os meses, pois a todo momento temos novos motoristas entrando no trânsito, as vias públicas também mudam o tempo todo, sendo a conscientização o melhor encaminhamento para “experenciarmos” um trânsito cidadão.

De acordo com o Dr. Marcelo Mariano, ele trata em seu consultório inúmeros sequelados do trânsito, sendo em geral pacientes que precisam de tratamentos extensos e longos. Recentemente, ele passou a tratar uma paciente que foi atropelada, porque estava andando na cidade com o fone de ouvido e acabou sendo atropelada, sendo que o fone a  impediu de perceber o que ocorria em seu entorno e acabou sendo atropelada e sofrendo uma fratura de quadril.

Precisamos que o Maio Amarelo seja constante na vida das pessoas. Isso é muito importante para as pessoas que vivenciam a cidade, destacando que o Estado e a Sociedade devem investir na prevenção que é muito mais acessível em termos de custos, do que tratar a pessoa que já sofreu o “acidente de trânsito”, pois os gastos com Previdência Social e SUS, são muito elevados. As pessoas que sofrem “acidentes de trânsito” caem em comorbidade, sendo que, o gasto para tratar representa mais do que dobro do que o investimento em prevenção. Esses pacientes acabam dependendo durante muitos anos de tratamento médico, de psicoterapia, de fisioterapia e toda a rede que envolve saúde.

Nesse sentido, e dentro dessa dura realidade o Dr. Marcelo Mariano, defende a prevenção como política pública de conscientização, sendo o Maio Amarelo, um exemplo, bem sucedido de política de prevenção.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s