Arquivo da categoria: Curiosidade do dia

A crise e os trapalhões

Padrão

Retomando o blog… com a replicação de um post que fiz no facebook a respeito da crise que envolveu o Sr. Bebiano e o Clã Bolsonoro.

20190123_164557

Essa crise política, faz jus a um programa “os trapalhões”. Bebiano provou que conversou, Bolsonaro provou q é baixo clero ainda… Pois bem, q saiam os garotos e cheguem os adultos, pois precisamos de governo e estado laico. A ficha desse povo não caiu, isso q a oposição ainda nem precisou se manifestar. A qualidade do Executivo é péssima e pelo jeito a leva de parlamentares federais tb. Não temos políticos com liderança, com a palavra apenas o Senador Randolfe e pelo jeito o deputado federal Molon, que tenta acertar, olha o nível, pois esse parlamentar até ontem professava uma fé partidária.

Confesso q conversei com lideranças de alguns partidos aqui na terra dos pinheirais, com o intuito de ingressar num partido com as minhas bandeiras, lutas e história de vida, somar… Mas confesso ter encontrado algo pior que o vazio, encontrei mesquinharias, espíritos pequenos, individualistas, trapaças e também fofocas… cadê as pessoas de espírito público? Aceito apontamentos…

Anúncios

A cultura da tutela: um case

Padrão

Pessoal, preciso compartilhar com vocês algo curioso que tenho experimentado em minha loja – Vanessa Fontana Armarinhos e Artesanato – desde que criei o Clube do Livro. Aqui temos uma foto do projeto.

Clube do Livro - Armarinho & Artesanato

Faz uns dois meses que criei um modelo para deixar os livros disponíveis para as pessoas  terem acesso aos livros em frente a Loja. Até aí tudo bem… O Projeto está indo de vento em polpa, pois a comunidade tem colaborado com doações, livros vão e vem…histórias e experiências vão e vem…

Mas o curioso é a atitude das pessoas frente aos livros… Muitos entram com identidade na loja para fazer um cadastro ou algo que o valha… E, dizemos que não precisa… As pessoas insistem e dizem coisas assim:

  1. Mas a minha identidade está aqui…
  2. Meu nome é…
  3. Eu tenho comprovante de residência…
  4. Eu moro na rua tal…
  5. Quanto tempo eu tenho para ler…

livros

Nossa resposta, invariavelmente é: pode pegar o livro que você quiser… Mas como assim? As pessoas indagam… Na verdade elas querem um CONTROLE, um LIMITE que nós não damos…. as pessoas são livres para pegar, devolver, trocar, enfim…

Mas a ficha demora para cair… a experiência tem sido linda… pelo projeto estar indo bem e pela surpresa das pessoas pela nossa falta de controle…. ou diria liberdade, emancipação… cidadania… de fazer e de agir sem ninguém tutelá-lo…. é um simples livro, mas o significado da experiência tem ido muito além…

Capitão Dorecki, comandante da Companhia do BOPE apoia o Maio Amarelo

Padrão

O Capitão André Cristiano Dorecki, Comandante da Companhia do Choque do BOPE concedeu entrevista ao Blog da Vanessa Fontana sobre a sua percepção enquanto cidadão e Policial Militar sobre o Movimento Maio Amarelo.

Capitão Dorecki

De acordo com o Capitão Dorecki, a sua percepção como policial e como cidadão é de que nós devemos nos conscientizar e exigir dos órgãos públicos, o exemplo.  A raiz do problema do nosso comportamento no trânsito está na cultura, na consciência do cidadão de que a união da bebida alcoólica com o veículo é uma mistura perigosa. Como pai, percebo também que a educação vem de casa em relação ao trânsito e partir dali o  papel da escola, dos órgãos públicos, incluindo a Polícia que deve fiscalizar, enquanto Polícia de trânsito.

Nessa linha, o Capitão Dorecki entende que o Maio Amarelo é um avanço para aprimorar a percepção dos cidadãos dos riscos e do compromisso que temos uns com os outros no trânsito, pois ele é vivido em sociedade.

 

 

 

Comunicação em alta…

Padrão

Pois bem , estou ainda no período de homenagem aos professores, versão 2015…

Quem diria que após os 40 anos, eu teria aulas de comunicação e expressão, ainda bem que a Professora Ana Sueli Ribeiro Vandresen é queridíssima e divertida.

DSC_0150

Programa Vida Acadêmica com Elizeu Alves Barroso

Padrão

Dessa vez, tive a oportunidade de entrevistar, para o Programa Vida Acadêmica – UNINTER, e agora divulgar a entrevista com alguém que tem o dom de me emocionar, para quem um dia fui um espelho e que hoje é alguém em que eu me espelho, esse alguém é o meu querido amigo Elizeu D. Alves. Ele falou da carreira na administração, sua trajetória como pesquisador e os desafios do campo. Ele é demais!

PROGRAMA VIDA ACADÊMICA – EDUARDO GOMES

Padrão

NO PROGRAMA VIDA ACADÊMICA  – UNINTER, tive a oportunidade de entrevistar o Professor Pós-Doutor em Direito Eduardo Gomes, falamos sobre suas pesquisas, aulas, livros no campo das relações internacionais e dos direitos humanos. Show!

No Programa Vida Acadêmica – José Benedito Caparos

Padrão

Tive e a oportunidade de entrevistar o competente e querido José Benedito Caparros, no PROGRAMA VIDA ACADÊMICA – UNINTER, ele é formado em Relações Internacionais e atualmente cursa graduação em Psicologia.

Vale a pena conferir.